Create a Joomla website with Joomla Templates. These Joomla Themes are reviewed and tested for optimal performance. High Quality, Premium Joomla Templates for Your Site

E vós, quem dizei que eu sou?

Referência Mateus16.13-16

“E, chegando Jesus às partes de Cesareia de Filipe, interrogou os seus discípulos, dizendo: Quem dizem os homens ser o Filho do homem?

E eles disseram: Uns, João o Batista; outros, Elias; e outros, Jeremias, ou um dos profetas. Disse-lhes ele: E vós, quem dizeis que eu sou?

E Simão Pedro, respondendo, disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.”

INTRODUÇÃO

A paz de Cristo.“E vós, quem dizei que eu sou?”. Quem foi Jesus Cristo? Esta é uma questão que teólogos, historiadores, filósofos, homens comuns e, infelizmente, até alguns cristãos têm dificuldade em responder.

Quem era Jesus? Era apenas um homem bom, um carpinteiro ou um filósofo que nos deixou alguns ensinamentos virtuosos para aplicarmos à nossa vida? Era apenas mais um profeta? Ele era Deus ou foi apenas uma invenção de homens que viveram acerca de dois mil anos atrás?

No texto outrora lido, Jesus perguntou aos seus discípulos quem é que as pessoas do seu tempo pensavam que ele era e a resposta foi: “Uns, João Batista, outros, Elias, e outros, Jeremias ou um dos profetas”. Mas Simão Pedro, com a revelação de Deus respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo”.

Quero lhe dizer que Jesus é a figura central da história do mundo e do cristianismo. O cristianismo é Cristo e Cristo é o cristianismo.

Jesus Cristo é chamado de: Filho do Homem (Lc 19.10), Jesus, o Nazareno (At 2.22), O Carpinteiro (Mc 6.3), O Profeta (Mt 21.11), Jesus, filho de Davi (Mc 10.47) Cristo Jesus, homem (1 Tm 2.5), Deus (Hb 1.8), Cristo (Lc 9.20); o Primeiro e o Último, o Alfa e Ômega (Ap 1.17); o Santo (At 3.14), Senhor (At 9.17)); Filho de Deus (Mt 16.16), Senhor de todos (At 10.36), Senhor da glória (1 Co 2.8), Advogado (1 Jo 2.1), Autor da Salvação (Hb 2.10), Autor e consumador da fé (Hb 12.2), Bom Pastor (Jo 10.11), Braço do Senhor (Is 51.9), Cabeça da Igreja (Ef 1.22), Conselheiro (Is 9.6), Cordeiro (Jo 1.29), Cristo de Deus (Lc 9.20), Eleito de Deus (Is 42.1), Emanuel (Is 7.14), Estrela da Manhã (Ap 22.16), Filho Amado (Mc 1.11), Homem de Dores (Is 53.3), Imagem de Deus (2Co 4.4), Libertador (Rm 11.26), Luz do Mundo (Jo 8.12), Mediador (1Tm 2.5), Pão da Vida (Jo 6.35) e Messias (Jo 1.41).

Jesus é o Messias, ou seja, aquele prometido pelos profetas e que viria libertar o povo. Aleluia.

DESENVOLVIMENTO

Para que você verdadeiramente possa responder de forma satisfatória quem é Jesus Cristo, quero te levar a meditar sobre cinco pontos acerca do Cristo, o Filho do Deus vivo:

1 – O nascimento de Jesus foi incomparável

  1. O Deus Filho, transcendente, o Verbo que era Deus se fez carne e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do Unigênito (Filho único) do Pai, cheio de graça e de verdade. (Jo 1.14)
  2. Ao nascer, Jesus Cristo submeteu-se às condições da vida humana e do corpo humano.
  3. Jesus Cristo tornou-se descendente da humanidade por meio do nascimento de mulher.
  4. Jesus Cristo foi gerado pelo Espírito Santo. “Ora, o nascimento de Jesus Cristo foi assim: Que estando Maria, sua mãe, desposada com José, antes de se ajuntarem, achou-se ter concebido do Espírito Santo”. (Mt 1.18)

2 - A vida de Jesus foi incomparável

  1. Ele nunca pecou nem dolo algum se achou em sua boca.
  2. Ele andou por toda parte fazendo o bem, libertando todos os oprimidos do diabo.
  3. Sua mensagem foi a mensagem da graça, sua mensagem trouxe esperança.
  4. Sua mensagem trouxe libertação.
  5. Sua mensagem trouxe salvação.
  6. Jesus pregou a verdade, mas Ele mesmo é a verdade eterna.
  7. Jesus falou sobre a vida, mas Ele mesmo é a vida.
  8. Jesus Cristo falou sobre libertação, mas ele é o libertador.
  9. Jesus Cristo é o profeta e também é a mensagem.
  10. Jesus Cristo é o sacerdote e também é o sacrifício.
  11. Jesus Cristo é o servo, mas é o Rei dos reis.
  12. A vida de Jesus foi um exemplo.
  13. Jesus trazia esperança aos desesperançados, Ele é a esperança da glória.
  14. Jesus restaurava aquilo que estava quebrado.
  15. Até os demônios se prostravam e diziam que Ele era o filho do Deus vivo.
  16. Os cativos eram libertos, os leprosos purificados, os coxos levantavam e andavam, os endemoniados eram libertos, os mortos ressuscitavam.
  17. Jesus abraçava as crianças, tocava nos leprosos, conversava com os pecadores, dava atenção aos publicanos.
  18. Jesus recebia as prostitutas, era amigo dos pecadores e publicanos.
  19. Os inimigos de Jesus reconheceram que a sua vida era incomparável:
  • Pilatos que o condenou teve que dizer, eu não vejo neste homem crime algum;
  • Judas teve que dizer, eu trai sangue inocente;
  • A mulher de Pilatos teve que dizer: Não te envolvas com este justo;
  • O centurião que liderou a Crucificação de Jesus teve que dizer: Verdadeiramente este homem era o Filho de Deus;
  • Até os demônios precisavam se prostrar e dizer que Ele era o filho do Deus vivo.
  1. Os que o acompanhavam diziam:
  • Pedro disse: Tu és o Cristo, o Filho do Deus vivo.
  • Tomé disse: Senhor meu e Deus meu.
  • João Batista disse: Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado do mundo.
  • João, o apóstolo disse: Ele é o Verbo que se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade.
  1. O Pai afirmou acerca de Jesus: Este é o meu filho amado em quem me comprazo, a Ele ouvi.
  2. O Espírito Santo veio para testemunhar sobre Ele.
  3. Os anjos que estão no céu vão dizer digno é o Cordeiro que foi morto, e Ele é digno de receber toda honra, glória e louvor pelos séculos dos séculos.
  4. Os samaritanos disseram, nós temos crido e ouvido, sabemos que é o verdadeiro Salvador do mundo.

3 - Sua mensagem foi incomparável

  1. Ninguém falou como Ele.
  2. Seus inimigos se rendiam à soberania da sua mensagem.
  3. A mensagem de Jesus era singular e com autoridade: Vinde a mim todos vós que estais cansados e oprimidos e eu vos aliviarei.
  4. Ele dizia, se alguém tem sede, venha a mim e beba, quem crer em mim, como diz a Escritura, fluirão rios de água viva.
  5. Sua mensagem era mensagem de salvação, quem não nascer de novo não pode ver o reino de Deus, se você não nascer da água e do espírito, você não pode entrar no reino de Deus.

4 - Sua morte foi incomparável

  1. Ele morreu a nossa morte
  2. Ele morreu morte de cruz
  3. Sua morte foi:
  • Pré-determinada
  • Voluntária (por livre escolha, não por propulsão) Jo 10.17-18;
  • Vicária (a favor de outros) 1 Pe 3.18;
  • Sacrificial (como holocausto pelo pecado) 1 Co 5.7;
  • Expiatória (apaziguou a ira de Deus) Gl 3.13;
  • Propiciatória (cobriu o nosso pecado) 1 Jo 4.10;
  • Substitutiva (em lugar de outros) 1 Pe 2.24;
  • Redentora (resgatando por meio de pagamento) Gl 4.4-5.
  1. A dor maior não foi no pretório romano ou no sinédrio judaico, nem na via crucis. A dor mais cruel foi quando a iniquidade de todos nós foi lançada sobre Ele. Ele sendo santo, se fez pecado, se fez maldição por nós.
  2. O Pai não poupou o seu próprio filho, para nos poupar.
  3. Se Jesus descesse da cruz, todos nós desceríamos ao inferno.
  4. Jesus suportou a ira do Pai.

5 - A ressurreição de Jesus foi incomparável

  1. Nós não adoramos um Cristo que esteve vivo e está morto, nós adoramos um Cristo que esteve morto e está vivo, Ele ressuscitou.
  2. Nós adoramos o Cristo que rompeu os grilhões da morte.
  3. Nós adoramos o Cristo que matou a morte com a sua morte ao ressurgir dentre os mortos.
  4. Nós adoramos o Cristo que está à destra do Pai em estado glorioso e não um Cristo que está pregado num crucifixo.
  5. Nós adoramos o Cristo que tem as chaves da morte e do inferno.
  6. Nós adoramos o Cristo que se levantou gloriosamente como primícia dentre os mortos.
  7. Nós adoramos o Cristo vencedor.
  8. Nós adoramos o Cordeiro que foi morto.
  9. Nós adoramos o Leão da Tribo de Judá.
  10. Nós adoramos o Cristo que ressuscitou.
  11. Nós adoramos o Cristo que voltou aos céus.
  12. Nós adoramos o Cristo que julga o universo.
  13. Nós adoramos o Cristo que há de voltar para nos buscar como igreja santa e sem mácula.

CONCLUSÃO

  1. O que você diz que Cristo é? Jesus Cristo salva, liberta, cura, batiza e leva pro céu.
  2. Ele pode ser o seu Salvador hoje.
  3. Ele pode ser o seu Libertador hoje.
  4. Ele pode te curar hoje.
  5. Ele pode te batizar no e com o Espírito Santo hoje
  6. Ele pode ser o seu reconciliador hoje, caso você esteja afastado dos caminhos do Senhor.

Em Cristo,

Pr. Anderson Vieira